Apreendido, menor suspeito de matar professor em Valparaíso alega “momento de raiva”

O site Mais Goiás publica que “‘momento de raiva’. É o que alega o estudante de 17 anos apreendido nesta quarta-feira (1º), suspeito de matar Julio Cesar Barroso de Sousa, de 41 anos, coordenador do Colégio Estadual Céu Azul, em Valparaíso, município do Entorno do Distrito Federal (DF). O jovem estava foragido desde a tarde de terça-feira (30).

Ele foi encontrado na casa de parentes no setor Pedregal, em Novo Gama, também na região do Entorno, após negociação entre a Policia Civil (PC) e os familiares do suspeito. “A mãe dele estava com medo do que pudesse acontecer com o filho. Fomos até a residência dela e conseguimos que nos contasse onde ele se escondia”, disse o delegado Rafael Pareja.”