Exclusivo: queda de Castilho foi arquitetada pelo secretário forasteiro de Segurança Pública de Caiado

A queda do Coronel Castilho do comando da Secretaria da Casa Militar foi arquitetada, segundo fontes do G24H que acompanharam o processo, pelo secretário forasteiro de Segurança Pública do governador Ronaldo Caiado (DEM), Rodney Miranda.

Miranda vinha manifestando a interlocutores seu descontentamento com o que chamava de “fogo amigo” de Castilho contra ele. O forasteiro queixava-se ter se tornado alvo de críticas de Castilho entre oficiais, que estariam “minando” sua autoridade.

Castilho deve ser substituído pelo Coronel Alencar, mais afeito à tropa, no comando da Casa Militar. A secretaria é responsável pela segurança do governador e seus familiares, além da gestão da frota de veículos e aeronaves utilizados pelo chefe do Executivo em seus descolamentos. É, portanto, considerado um posto de altíssima confiança.