Lêda Borges anuncia realização de audiência pública sobre violência nas escolas

A deputada Lêda Borges (PSDB) comentou sobre o assassinato, nesta semana, de um professor por um estudante de escola pública da cidade de Valparaíso, município do qual já foi prefeita. O professor Júlio César Barroso de Souza, do Colégio Estadual Céu Azul, foi alvejado com um tiro pelas costas e outro à queima-roupa, por um aluno de 17 anos que foi expulso pelo professor e coordenador. Ele retornou à escola, no período da tarde, para cometer o crime. “Nós queremos registrar aqui a nossa solidariedade a toda comunidade escolar do Colégio Estadual Céu Azul, a todos os professores da região. Nós estamos todos muito apavorados. Não só os professores de Valparaíso, como também todos os professores da rede estadual. Não que a nossa região seja a mais violenta. Mas hoje ela também reflete a violência que há pouco tempo passou pelas escolas aqui da capital de Goiânia”, disse a parlamentar.

Para a deputada, o momento é de muita reflexão. Por isso, solicitou à Comissão de Educação da Assembleia Legislativa que realize uma audiência pública na região onde serão buscadas alternativas para aumentar a segurança nas escolas públicas do Estado de Goiás. “Quero agradecer o meu colega presidente da Comissão Deputado Talles Barreto pela forma rápida que nos acolheu e atendeu o nosso pleito. Vamos ouvir comunidades escolares dos cinco municípios do Entorno Sul de Brasília para que a gente busque soluções para casos tão graves”, explicou.

Também membra da Comissão de Educação, Lêda Borges convidou a todos para participar da audiência sobre violência nas escolas no próximo dia 8 às 19 horas na Câmara Municipal de Valparaíso. “Eu também me assusto quando eu vejo o governador Ronaldo diminuir gastos com Educação e dizer que economizou ao não ter mais o batalhão escolar, seguranças armados e vídeo monitoramento nas escolas”, finalizou.