Eurico Barbosa escreve artigo de página para pagar dívida por ter traído Mauro Borges 2 vezes

O conselheiro aposentado e ex-deputado estadual Eurico Barbosa escreve artigo de loas ao ex-governador Mauro Borges, recentemente falecido, na edição desta sexta-feira do Diário da Manhã.

Ocupando um página, o artigo, na verdade, é a reprodução de um discurso proferido por Eurico na Academia Goiana de Letras, em uma sessão de homenagem a Mauro.

Ao longo de sua trajetória política, Eurico traiu o ex-governador por duas vezes. Uma, em 1982, quando ajudou a esvaziar a candidatura de Mauro ao Governo, em favor de Iris Rezende.

Outra, em 1986, quando apoiou Henrique Santillo contra, mais uma vez, Mauro Borges.

Politicamente, portanto, o artigo é uma tentativa de remissão desses “pecados”. Mauro cresceu depois de ter sido cassado, enquanto Eurico, recebendo o mesmo castigo, voltou para a política e foi se abrigar em uma confortável vaga de conselheiro do Tribunal de Contas – algo que passou a vida criticando.

Eurico admite no artigo-discurso, que teve muitas divergências com o ex-governador, não deixa de dar algumas alfinetadas, ao, por exemplo, lembrar que Mauro apoiou o golpe militar de 64, mas conclui que ele está “na galeria dos grandes homens, pela imortalidade da sua obra de estadista o exemplo do seu caráter”.