Caiado quer acabar com horário eleitoral porque, sem o PMDB, será o candidato com menor tempo de TV em 2018

Está em tramitação no Senado projeto de lei do senador Ronaldo Caiado (DEM) que acaba com o horário eleitoral gratuito na TV a partir da eleição do ano que vem. Caiado não apresentou o projeto porque é contra o horário eleitoral, mas porque sabe que, sem o PMDB, será o candidato a governador com menor tempo de televisão em Goiás. 

Caiado vai pirar: governo anuncia convocação de 2,5 mil policiais militares em setembro

A agência de fake news do senador Ronaldo Caiado (DEM) terá trabalho para distorcer a boa notícia dada na última terça-feira aos goianos. O governo anunciou o chamamento de 2,5 mil policiais militares no dia 6 de setembro próximo. O comunicado foi feito pelo vice-governador José Eliton (PSDB) em evento administrativo no município de Iporá.

IstoÉ entrevista Marconi e afirma que governador “é uma das mais influentes lideranças do PSDB”

Em entrevista à revista IstoÉ, o governador Marconi Perillo afirma que o PSDB precisa rediscutir o seu discurso. A revista afirma que Marconi “é uma das mais influentes lideranças do PSDB” e que o governador de Goiás defendeu a permanência dos tucanos na base de apoio de Temer em nome da agenda de reformas.

Caiado ataca prefeitos que migraram para base aliada: “Sentimento por eles é de dó”

A exemplo do que havia feito na sexta-feira o deputado federal Daniel Vilela (PMDB), hoje o senador Ronaldo Caiado (DEM) também atacou prefeitos que trocaram a oposição pela base aliada ao governador Marconi Perillo (PSDB). “Meu sentimento por eles é de dó, porque estão sendo enganados pelo governador”. Daniel, por sua vez, havia dito que só os inexperientes trocaram de lado.

De Caiado para os Vilela: “Nunca botei o pé em duas canoas. Sempre tive lado na minha vida”

Assim como Maguito, que tocou no ponto fraco do senador ao falar do seu perfil de “político agressivo”, Caiado também tocou no ponto fraco de Maguito, que costuma ser lembrado como um político dúbio e que flerta com o governador Marconi Perillo (PSDB), apesar de estar em um partido de oposição. “Nunca botei o pé em duas canoas. Sempre tive lado na minha vida”, disse o senador.

Em Jaraguá, Delegado Waldir esquece de explicar porque faltou à votação que salvou Temer na Câmara

Uma amnésia afetou o deputado federal Delegado Waldir (PR) no encontro da oposição organizado pelo senador Ronaldo Caiado (DEM), em Jaraguá, neste sábado. Imiscuído em ataques ao governador Marconi Perillo (PSDB), Waldir se esqueceu de explicar à platéia porque sumiu da Câmara dos Deputados no momento em que o plenário julgava a admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB). 

Com Danielzinho presidente, PMDB perde mais nove prefeitos nesta quinta-feira

A gestão estabanada do deputado federal Daniel Vilela como presidente do PMDB é a responsável pela desfiliação de nove prefeitos do partido, que será anunciada nesta quinta-feira. Estes nove prefeitos vão se juntar à base do governador Marconi Perillo (PSDB), em ato que acontece no K Hotel.

Denúncia grave: Ministério da Saúde descobre subutilização de leitos de UTI em hospitais públicos em Goiás

Há uma informação grave no final da reportagem publicada na página 12 do jornal O Popular desta terça-feira, que trata da existência de UTIs vazias enquanto pacientes em estado grave aguardam leitos. Segundo o jornalista Thalys Alcântara, que assina a matéria, o Ministério da Saúde constatou suposta subutilização de vagas na Região Metropolitana de Goiânia.

Advogado Júlio Meirelles critica desperdício da OAB Goiás em gastos com publicidade

“Não falta espaço para o desperdício na atual gestão”. É o diz o advogado Júlio Meirelles a respeito dos gastos com publicidade ordenados pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO), Lúcio Flávio de Paiva. Lúcio acaba de gastar pelo menos R$ 20 mil com anúncio publicado no jornal O Popular.

Gerente da Amma que acabou com seu direito de fazer denúncia anônima por excesso de barulho foi indicada ao cargo por Caiado

Mariana Gidrão, gerente de fiscalização da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) que acabou com o seu direito de fazer denúncias anônimas contra o vizinho que bebe demais e exagera no barulho de madrugada, foi indicada para o cargo pelo senador Ronaldo Caiado (DEM) e faz campanha em favor dele nas redes sociais.

“Auxiliares do governo são vaidosos e não citam Marconi nas entrevistas. Exceção é Jayme Rincon”, diz jornalista. Assista ao vídeo

O presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), Jayme Rincon, é o único auxiliar do governo que cita o governador Marconi Perillo (PSDB) em entrevistas. Os demais, vaidosos, guardam para si os méritos da administração. Este é o comentário de Cristiano Silva, editor do blog.

Jornal Opção: em resposta a Andrey Azeredo, que não estaria cumprindo promessas feitas na eleição para presidente da Câmara, vereadores ameaçam prejudicar Iris

O fato de a Câmara Municipal de Goiânia estar em recesso desde o dia 2 de janeiro não impede que a oposição ao presidente recém-eleito da Casa, Andrey Azeredo (PMDB), continue a crescer. Além do grupo de nove vereadores liderado por Elias Vaz (PSB), já existe resistência a ele dentro da própria base aliada ao Paço Municipal. E, para prejudicar Andrey, o curioso é que estão mirando no prefeito Iris Rezende (PMDB).

Inveja de Marconi? Coluna Giro registra que nenhum deputado goiano do PMDB compareceu ao lançamento do Cartão Reforma, em Brasília

Na solenidade de lançamento do programa Cartão Reforma, ontem em Brasília, o governador Marconi Perillo foi destaque. Ficou no palanque junto com o presidente Michele Temer e discursou. O programa do governo federal foi inspirado no Cheque Moradia, criado por Marconi em 2000. O texto da nota ainda afirma que o governador goiano foi cortejado por Temer e ministros.

O Popular: mesmo com País em crise, Goiás é campeão na geração de empregos

O jornal O Popular deste domingo informa que Goiás liderou a criação de vagas formais no primeiro semestre, com 1,6 mil novos postos de trabalho. “Mesmo diante da crise econômica nacional, Goiás se mantém em destaque na geração de empregos no Brasil”, diz a reportagem.

Daniel Vilela quer extinguir pequenos partidos: “Pouco ou nada contribuem para o debate político nacional”

O deputado federal Daniel Vilela (PMDB) afirma que vai trabalhar pela extinção dos pequenos partidos na Comissão da Reforma Política, da qual vai fazer parte. “Hoje temos 35 partidos políticos registrados pelo TSE, sendo que boa parte deles não conta com uma matriz ideológica e programática consistente e pouco ou nada contribuem para o debate político nacional. Isto atrapalha até a governabilidade”, ataca Daniel.