Governo Caiado esconde dados e não fornece número de mortes cometidas por policiais em 2019

Goiás é o único estado do País que não divulga o número de mortes cometidas por policiais no primeiro semestre deste ano. Com isso, o levantamento feito pelo Monitor da Violência mostra os dados das outras 26 unidades da federação, com a exceção do estado do Centro-Oeste. Em nota, apesar de dizer que tem “compromisso com a transparência no fornecimento de dados”, a Secretaria da Segurança Pública de Goiás diz que os números são sigilosos e não serão passados.

ÁUDIO: Candidato a deputado federal mais bem votado em Anápolis, Valeriano Abreu se desculpa por ter pedido votos para Caiado

Candidato a deputado federal mais bem votado de Anápolis em 2018 e integrante da chapa que consagrou Ronaldo Caiado (DEM), Valeriano Abreu (PSC) desculpa-se com seus eleitores por ter pedido votos para o governador, em entrevista a Lucivan Machado, da rádio Manchester. “Os rumos do governo são muito ruins. Eu peço desculpa porque apoiei o governador, levei muitos votos para ele, e o sentimento é de frustração, porque ele não está preocupado em trabalhar de fato e honrar o apoio que ele teve”. Ouça.

Ver mais

Cileide questiona transparência de Caiado: Estado não revelou número de mortes cometidas por policiais

O Estado de Goiás foi o único a não liberar dados sobre o número de mortes cometidas por policiais no primeiro semestre deste ano. A justificativa dada é que a informação é sigilosa. A jornalista Cileide Alves questionou a tão falada transparência do governo de Caiado. “O governador Ronaldo Caiado repete que seu governo é transparente. Pois o governo goiano foi o único do país a não revelar o nº de mortes cometidas por policiais no 1º semestre de 2019. Alegou que a informação é sigilosa”, escreveu ela.

Ver mais

Professor Alcides faz média no Congresso, mas se cala sobre calote de Caiado no piso dos professores

Para fazer média com professores, o deputado federal professor Alcides (PP) publicou a foto dele em uma solenidade de homenagem ao magistério no Congresso. Mas com relação ao que realmente importa, o parlamentar não dá uma palavra. Professor Alcides continua em silêncio a respeito do não pagamento do piso salarial da categoria em Goiás e mais do que isso: não moveu uma palha sequer para convencer o governador Ronaldo Caiado a pagar os professores. 

Ver mais

Mais trapalhada de Mabel: Fieg traz ex-presidente do BNDES acusado de corrupção para dar palestra aos empresários goianos

O empresário e ex-deputado Sandro Mabel não acerta uma nos últimos meses. Agora, a FIEG, presidida por ele, traz o enroladíssimo Luciano Coutinho para dar palestra a empresários de Goiás. Coutinho é ex-presidente do BNDES e envolvidos em escândalos de corrupção. Uma figura sombria e queimadíssima no mundo dos negócios.

Ver mais

Assassinato de motorista de aplicativo: colegas protestam em frente ao Fórum e clamam por mais segurança

Motoristas de aplicativo fizeram protesto em frente ao Fórum para cobrar Justiça e mais segurança. O jovem Carlos Augusto dos Santos foi assassinado com tiros no rosto após pegar passageiros no shopping Passeio das Águas. Carlos trabalhava como motorista de aplicativo para complementar a renda. Ele cursava Direito na PUC e morava com os avós.

Ver mais

Lêda Borges propõe política de incentivo a feiras de produtos veganos e vegetarianos

Está em tramitação na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) o projeto de lei nº 6005/19, de autoria da deputada Lêda Borges (PSDB), que propõe a implantação de uma política estadual de incentivo às feiras de produtos veganos e vegetarianos em Goiás. Aprovada preliminarmente em plenário, a propositura está em discussão e votação na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ).

Ver mais

Médicos denunciam mais uma leva de demissões no HDT, administrado pela OS da família de Nizan Guanaes, conselheiro de Caiado

Médicos denunciam mais demissões no Hospital de Doenças Tropicais (HDT).

O HDT é administrado pela OS da família do publicitário Nizan Guanaes, conselheiro de comunicação do governador Ronaldo Caiado.

O desmonte do HDT revolta servidores e pacientes, muitos com doenças crônicas, como portadores de Aids, que deixaram de ser atendidos pela unidade de saúde.

Ver mais

Inteligência policial: PM utiliza drone na prevenção ao crime em Hidrolândia

A Polícia Militar, com o objetivo de aderir às novas tecnologias utilizadas na Segurança Pública, começa a utilizar uma Aeronave Remotamente Pilotada (ARP), mais conhecida como drone, na prevenção e combate a crimes na cidade de Hidrolândia. O equipamento que foi adquirido pelo Sindicato Rural em parceria com a Polícia Militar é mais uma ferramenta que poderá ser utilizada na prevenção e enfrentamento ao crime, principalmente o tráfico de drogas.

Ver mais

CCJ vota nesta terça (15) projeto de Aidar que acaba com mamata fiscal do álcool anidro

A CCJ da Assembleia Legislativa deve votar nesta terça-feira (15) projeto de lei de autoria do deputado Humberto Andar (MDB), relator da CPI dos Incentivos Fiscais, que prevê o fim a benefícios à produção de álcool anidro em Goiás.

É intensa a movimentação dos usineiros, à frente Otavinho Lage (Adial Goiás) e André Rocha (Sifaeg), para barrar o projeto de Aidar.

Ver mais

Mais de 20 dias se passaram e morte do soldado Walisson segue misteriosa e sem resolução

O soldado Walisson foi assassinado, em Aparecida de Goiânia, no dia 22 de setembro e até hoje pouco se sabe sobre a morte do jovem policial. O crime segue cercado de mistérios e a Polícia Civil ainda não apresentou quem foi o autor do disparo que acertou a cabeça de Walisson. O policial foi morto quando estava em patrulhamento numa viatura descaracterizada na companhia de outros três colegas. As informações dão conta de que uma caminhoneta preta passou ao lado da viatura quando aconteceram os disparos.

Ver mais

Motorista de aplicativo é morto a tiros em tentativa de roubo na Capital

A Polícia Militar já prendeu sete pessoas envolvidas na morte de um motorista de aplicativo em Goiânia (GO), ocorrida na noite de domingo (13). Dois presos relataram que a intenção era roubar apenas o veículo, um Fiat Argo, mas o motorista “deu um de bixão”, segundo uma envolvida, ao se referir que ele tentou reagir. Alvejado por três disparos de um revólver calibre .38, o motorista morreu na hora, com o aplicativo ainda aberto e sem finalizar a corrida.

Ver mais