Caiado vira porta-voz de Bolsonaro para notícias ruins: servidor estadual vai pagar alíquota extra de previdência

O governador Caiado foi o porta-voz do governo federal na segunda-feira para anunciar que a reforma da Previdência vai criar autorização para que os estados possam cobrar alíquota extra dos servidores estaduais para cobrir rombos na previdência. É melhor o servidor goiano já ir se acostumando.

(Urgente) Tempo real: Caiado se reúne com ministro para declarar apoio a todas maldades contra trabalhadores da reforma da previdência

Caiado voltou a Brasília nesta segunda-feira para se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para declarar apoio amplo, geral e irrestrito a todas as maldades da reforma da previdência contra os servidores. Retirada de direitos, aumento do tempo de contribuição e de alíquotas, tudo isso, e muito mais, está no pacote com o […]

Ver mais

(Urgente) Tempo real: após reunião com Guedes, Caiado já aceita que Goiás não deve ser aceito no RRF. Mais um fiasco

Mais um fiasco do governo Caiado:após reunião com Guedes, Caiado já aceita que Goiás não deve ser aceito no Regime de Recuperação Fiscal. O governador investiu todas as fichas nessa solução milagrosa e perdeu 49 dias do governo em tratativas inúteis. Veja trecho da coletiva do governador Ronaldo Caiado após reunião de quase duas horas […]

Ver mais

(Urgente) Tempo real: após reunião de duas horas com ministro da Economia, Caiado anuncia que servidor público poderá pagar alíquota extraordinária de contribuição previdenciária de até 22%. Ouça a entrevista

Caiado saiu neste instante de audiência de duas horas com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e anunciou mais uma bomba para estourar no colo do servidor público estadual: o governo federal deve criar uma alíquota extraordinária para a contribuição previdenciária de até 22% que deverá ser estendida automaticamente ao funcionalismo de Goiás.

Ver mais

Assembleia: Lissauer nega acordo e diz que definição do comando da CCJ será por eleição

O presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira (PSB), afirmou nesta segunda-feira (18) que o comando da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), a mais importante da Casa, será definida por eleição e negou que a ocupação do cargo foi parte de acordo na articulação na campanha para presidente da Alego. Dois deputados pontual a presidência da CCJ: Karlos Cabral (PDT) e Humberto Aidar (MDB)

Ver mais

Sogra de Anna Vitória Caiado condena coraçãozinho e baile funk do governador

A advogada Maria Thereza Alencastro Veiga, sogra de uma das filhas de Ronaldo Caiado (DEM), Anna Vitória, escreveu um post no Instagram em que condena “coraçõezinhos e bailes funk totalmente inapropriados”, numa clara referência a lambanças recentemente protagonizadas pelo governador e sua família. 

Ver mais

Kajuru reclama de almoço na casa do presidente do Senado: “diarreia na hora”

“Comi e passei mal, diarreia na hora”, disse o senador Jorge Kajuru (PSB) em suas redes sociais ao contar que viveu momentos ruins em um almoço na casa do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), em que foi servido, segundo ele, “camarão cheio de molho’. “Querem a verdade? Sou simples pra comer, amo arroz-carne moída e um ovão!”,

Ver mais

Coordenador da campanha de Caiado acusa presidente do DEM de Anápolis de caixa 2 na eleição

Fábio Escobar, um dos coordenadores da campanha de Ronaldo Caiado (DEM) ao governo em 2018, acusa o presidente do DEM em Anápolis, Carlos César Toledo, de fazer caixa 2 na eleição. A denúncia foi feita pelo Facebook. “Carlos Toledo (…) terá que prestar contas com a Justiça. Se não bastasse crime de caixa 2 após a campanha, já se aliou a organização criminosa do governo passado”, escreveu Fábio.

Ver mais

Jornalista decreta na CBN: questão do pagamento de dezembro foi escolha politica; discurso que culpa Eliton e Marconi não cola mais

Em comentário nesta manhã na rádio CBN Goiânia, a jornalista Fabiana Pulcineli comentou o comportamento de Caiado na Assembleia, na última sexta-feira. Disse que a questão do não pagamento de dezembro foi uma escolha política. E decretou: o discurso de culpar  Zé Eliton e Marconi não cola mais.

Ver mais

O Popular (impresso e site) não deu uma linha da polêmica do baile funk de Caiado

Maior jornal impresso de Goiás e um dos portais mais acessados do Estado, o jornal O Popular não deu uma linha sequer sobre a polêmica do baile funk de Caiado no Palácio das Esmeraldas. O caso foi notícia em sites nacionais e hoje ganhou espaço no programa Primeiro Impacto, do SBT, em rede nacional. No Pop, preferiram o silêncio ao barulho do funk. Vai ver é mesmo o melhor a se fazer!

Ver mais