Com comportamento errático, Wilder está cada vez mais longe da vaga de candidato à reeleição pela base aliada

Nacional

Em fevereiro deste ano, o governador Marconi Perillo surpreendeu ao meio político ao anunciar que Wilder Morais era seu preferido parta ser candidato ao Senado pela base aliada.

A senadora Lúcia Vânia reagiu e se afastou do grupo.

Fatura liquidada?

Que nada. Por incompetência política e falta de assessoria e um bom trabalho de comunicação, Wilder não consolidou a posição de favorito.

Ao contrário, perdeu espaço e agora está cada vez mais longe da vaga.

Para piorar, o senador do PP entrou na onda de fazer ameaças veladas de acordo com a oposição.

Perdeu mais pontos ainda.