“Foi uma vitória da mobilização estudantil, mas vamos continuar”, diz diretora de entidade estudantil sobre retirada de projeto do passe livre

A diretora da União Estadual dos Estudantes de Goiás, Thaís Falone, acredita que a retirada foi motivada pela pressão dos protestos. “O governo se sentiu pressionado depois da nossa manifestação nas galerias da Alego. Enxergamos como uma vitória da mobilização estudantil”, ressalta.

Thais afirma, entretanto, que os protestos contra a medida irão continuar. “Não nos esquecemos do ataque aos estudantes promovido pelo governo. Amanhã (14) estaremos novamente nas galerias. Faremos uma assembleia estudantil nas portas do legislativo para mostrar ao governador que estamos de olhos abertos para todas as medidas que ataquem os estudantes goianos”, concluiu.