Goiás tá ferrado: Bolsonaro corta verba da UFG e Caiado desmonta a UEG

O Estado de Goiás está vivendo um ano terrível para a educação. Logo de cara, o governador Caiado decidiu fechar 18 escolas estaduais. E viria mais… Agora, o presidente Bolsonaro corta 30% do orçamento da UFG, criando um problema monstruoso para a manutenção das atividades da universidade. O reitor Edward Madureira já avisou que a UFG pode parar em outubro por falta de recursos.

Como desgraça pouca é bobagem, Caiado lançou o desmonte da UEG, criada e estrutura por Marconi Perillo. Campus da UEG estão sendo fechados e cursos vão ser extintos. A população do interior é a que será mais prejudicada com o fechamento de algumas unidades da UEG.

Vivemos um pesadelo!