Novos deputados federais de Goiás não conseguem sair da condição de meros e invisíveis figurantes da política em Brasília

Sabe aquelas pessoas que aparecem nas multidões em filmes de ação, que ninguém sabe distinguir o rosto ou o que faz ali? Pois, é, esse é o papel que infelizmente cabe aos novos deputados federais de Goiás, à exceção de Glaustin da Fokus e Francisco Jr, que conseguiram mostrar serviço na Câmara.
Mas, para Professor Alcides, Adriano do Baldy, Zé Mário Schreneir, Elias Vaz, Zé Nelto e Zacarias Calil essa é a parte que lhes cabe nesta história.
Professor Alcides e Adriano conseguem a façanha de ser os mais inexpressivos dessa bancada zero à esquerda.
Zé Nelto ficou com o papel de banda de música e faz muito barulho por nada. Elias Vaz não repete o trabalho feito na Câmara de Goiânia e desaparece mo meio da multidão de parlamentares do baixíssimo clero em Brasília. O resto, uma negação de dar dó.
Pobre eleitor goiano.