Liderados pelo Sinpol, servidores da Segurança Pública viajam à Brasília para ato contra a Reforma da Previdência

Servidores da Segurança Pública Goiana seguem em comboio para Brasília na manhã desta terça-feira (21) com objetivo de participar de uma manifestação nacional contra a Reforma da Previdência. A expectativa, segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Goiás (Sinpol), Paulo Sérgio, é de que pelo menos 700 integrantes da corporação goiana compareçam. Policiais rodoviários federais com atuação no estado, guardas civis metropolitanos e agentes prisionais engrossam o movimento.

De acordo com Paulo, nas eleições de 2018, as categorias da Segurança Pública em Goiás realizaram um apoio massivo ao então candidato Jair Bolsonaro (PSL). Quatro meses depois da posse, porém, os servidores públicos se unem para manifestar indignação com a proposta de reforma previdenciária enviada pelo governo federal à Câmara dos Deputados.

“Nos sentimos traídos pelo presidente. Viajamos à Brasília para mostrar à sociedade que o policial e os demais agentes de segurança pública precisam de um sistema diferenciado de aposentadoria. São profissões de risco. A de policial, por exemplo, é a segunda mais estressante, perdendo apenas para a de mineradores de carvão”.(Mais Goiás)