Aula de Olga Curado ainda repercute: vereadores e secretários que participaram do evento fazem críticas

Ninguém fala de público, para não trombar com o prefeito Paulo Garcia, mas vereadores da base aliada do governo municipal e secretários que participaram do seminário de comunicação realizado pela Prefeitura, na última segunda-feira, fazem críticas em tom de deboche à natureza do evento comandado pelo jornalista Olga Curado.

Como se sabe, ela é consultora em comunicação, mas utiliza técnicas não ortodoxas em seu treinamento, como lutas marciais e relaxamento corporal.

Pouco afeitos à este tipo de inovação e ousadia, o pessoal da Prefeitura reagiu com ceticismo e ironia ao media training.

Olga recebe, segundo o mercado, R$ 17 mil por hora, em média, por suas aulas.

Ela atende a presidente Dilma Rousseff e outros políticos e empresários que passaram por CPIs ou por crises de imagens.

Para um turma careta como a de vereadores e secretários da Prefeitura, imagine o constrangimento de ter que rolar no tatame, dançar e fazer sessões de relaxamento ao lado dos colegas…

Não deve ser fácil…