Excesso de puxa-saquismo: imprensa de Goiás registra exagero de Caiado nos elogios a Bolsonaro

A imprensa de Goiás registra o extremo puxa-saquismo com que o governador Ronaldo Caiado (DEM) tratou Jair Bolsonaro (PSL) na visita relâmpago do presidente da República a Goiás nesta sexta-feira (31).

Bolsonaro voltou para Brasília sem anunciar nenhum benefício para o Estado. A visita rendeu mais uma coleção de frases polêmicas, como a de que o Supremo deveria ter um presidente evangélico.

O exagero de Caiado nos elogios do presidente foi destque da cobertura.

“Se tem algo que Bolsonaro não pode reclamar da visita à Goiânia foi a forma em como foi recebido pelo governador Ronaldo Caiado. Desde o Palácio das Esmeraldas à Igreja Assembleia de Deus, em Campinas, Caiado não deixou de elogiar o presidente da República”, afirma o Diário de Goiás.