Polêmica: presidente da Chapecoense vai pedir a anulação da partida contra o Goiás

O presidente da Chapecoense, Plinio David de Nes afirmou após a partida contra o Goiás, na noite desta segunda-feira (10), no Estádio Serra Dourada, que vai pedir a anulação deste jogo. O dirigente fez duras críticas ao árbitro Igor Benevenuto (MG) e a má utilização do árbitro de vídeo. Ele questionou a decisão no primeiro pênalti marcado para o Verdão, em cima de Léo Sena, e na não utilização do recurso na expulsão direta do lateral-esquerdo Bruno Pacheco.

A entrevista foi concedida para algumas rádios catarinenses que estavam presentes no Serra Dourada, além deles o presidente também conversou com o jornalista Alex Rodrigues, da rádio CBN.