Ditadura: Caiado quer que Estados e municípios façam reforma da previdência por decreto

O governador Ronaldo Caiado defendeu nesta terça-feira (11) em Brasília, durante o V Fórum de Governadores, a inclusão de dispositivos na Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da reforma da previdência para autorizar governadores e prefeitos a estenderem para seus Estados e municípios as mesmas a serem aprovadas para a União. Os Executivos teriam prazo de dois anos, entre 2019 a 2022, para baixarem o decreto. Depois desse prazo, teriam de propor suas reformas por meio de projetos de lei.