EXCLUSIVO Morosidade de Caiado pode atrasar contratação de OSs na Saúde

Está em tramitação na Secretaria da Saúde de Goiás o processo de escolha das novas (?) Organizações Sociais (OS) para gerir o Hugo, Huana e Hutrin.
Mas, chama a atenção poucas organizações terem se interessado em participar do chamamento público, sendo que, algumas delas são derivadas de outras OSs que aqui já atuaram.
Para completar, das poucas OSs que participaram, duas (Funev e Abeas) vão ficar de fora da disputa por uma questão formal. Já eram qualificadas como OSs em Goiás, mas não tinham a qualificação específica na área da saúde.
No caso da Funev, instituição séria e a única instalada em Anápolis, está ficando de fora por absoluta neglicência de Caiado.
Isso porque, mesmo tendo obtido parecer técnico favorável da Secretaria da Saúde e análise jurídica de conformidade da PGE-GO, desde 21/5, o processo de qualificação da instituição está aguardando a assinatura do governador.
Assim, somente quatro instituições irão participar do chamamento, sendo que, segundo noticiado no meio jurídico, o primeiro-genro de Caiado, o advogado Alexandre Alencastro Veiga Hsiung, o Chinesinho, assessora uma das participantes.
As entidades excluídas já informaram que irão recorrer à Justiça, ao MP-Go e TCE-Go para suspender o certame.