Parceria da Folha com The Intercept para mensagens vazadas pode ser criminosa, diz site

O jornal Folha de S. Paulo pode estar incorrendo em crime de quebra de sigilo de fonte, ao fazer parceria com o The Intercept.

É o que diz o site O Antagonista:

“Se a Folha teve acesso ao material roubado da Lava Jato, há um crime em andamento: a quebra de sigilo de fonte de todos os jornalistas que fizeram contato com procuradores da operação.”
“[…] Mesmo que não as divulgue, o jornal já teria conhecimento dessas conversas. Nesse caso, a quebra de sigilo estaria configurada.”