Narcos da vida real: militar preso levava 39kg de cocaína em avião da presidência da República

A Guarda Civil espanhola prendeu na terça-feira, no aeroporto de Sevilha, um militar brasileiro de 38 anos que havia transportado 39 quilos de cocaína em um avião da FAB integrado à comitiva do presidente Jair Bolsonaro, segundo confirmaram fontes da corporação policial ao jornal espanhol EL PAÍS.

Fontes da Guarda Civil disseram que a detecção da droga e a posterior detenção do militar ocorreram quando os membros da tripulação e suas bagagens passaram pelo controle alfandegário obrigatório após a chegada a Sevilha.

Ao abrir a mala de mão os agentes encontraram 37 tijolos de pouco mais de um quilo cada. “Não estava nem mesmo escondido entre as roupas”, disseram fontes da Guarda. As autoridades da Espanha agora querem saber qual era o destino final da droga.