TRAGÉDIA ANUNCIADA Case de Anápolis, que já foi referênciaia, se torna um caos

O Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) de Anápolis/GO, que no
ano passado era referência para o país, se tornou um caos nestes
primeiros 6 meses de gestão caiadista. O contrato de parceria com a
Organização Social que administrava a umidade foi rompido e o
governador nomeou um comissionado que não tem a menor noção do sistema
socioeducativo. Está faltando tudo lá no CASE de Anápolis: servidores,
segurança, comida, limpeza, materiais de higiene, de limpeza, fossa
transbordando e por aí vai. A exemplo de Caiado que pediu aos
comerciantes para vender fiado aos servidores públicos, Uiara de Pina,
gestora da unidade está nos grupos de Whatsapp pedindo doações até de
bucha de lavar vasilha. Sem contar o estado crítico de abandono que
se encontram os adolescentes, o que acaba por provocar motins,
rebeliões e demais tragédias como tem acontecido no CASE de Goiânia,
como a morte de dois adolescentes nos últimos meses.