(Caldas Novas, Urgente) Operação Sentinela: prefeito Magal antecipa depoimento ao Ministério Público

O prefeito Evandro Magal antecipou depoimento e compareceu ao
Ministério Público ontem para falar sobre a Operação Sentinela, que
resultou na prisão dele e mais oito pessoas, apurou fraudes em pelo
menos dez licitações realizadas pela Prefeitura de Caldas Novas, no
sul goiano. Segundo o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO),
empresas fantasmas chegaram a ganhar processos, que geraram pelo menos
R$ 1 milhão de vantagem indevida.

“São várias licitações, cerca de dez, mas com as buscas, percebemos
que outras também podem ter sido fraudadas. Só com uma planilha que a
gente tem, levantamos que a vantagem indevida chega a R$ 1 milhão”,
disse o promotor de Justiça Luís Guilherme Gimenes, coordenador da
operação.
Como o processo corre em sigilo, o teor do depoimento não foi
divulgado. A informação é da TV Record. Veja a reportagem: