Diário de Goiás: sem precisar de reforma, Previdência de Senador Canedo tem fundo de R$ 200 milhões

O prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes (PSD), afirmou durante entrevista a rádio Bandeirantes 820 AM que, a não inclusão dos municípios na reforma da Previdência em nada vai influenciar a cidade, que apresenta um saldo de R$200 milhões e tem menos de dois mil aposentados.

Segundo o prefeito, por ser um município jovem com apenas 30 anos, o “caso é diferente”. “A base de aposentados e pensionistas é muito pequena e nós estamos vivendo na nossa Previdência um momento muito bom. Aposentaram  poucas pessoas e quando criamos o cálculo autorial, que é o cálculo para custear os próximos aposentados para os próximos 40 anos”, afirma.

“Temos um saldo de entorno de R$200 milhões e o que arrecada por mês paga o que vem de pensão atual. Por ser próprio e não estar vinculado a nada, o que mudar para nós não afeta em nada”, acrescenta Divino Lemes.

Ainda segundo o prefeito, o servidores contribuem juntamente com a administração pública para a Previdência. “No nosso caso são 9% do servidor e 11% do município, se não me engano, isso é Lei municipal. A regulamentação disso em Lei federal fala em atualização do cálculo. A Lei prevê não deixar a possibilidade de não ter fundos para pagar os pensionistas e aposentados. Na atualização anual o técnico que calcula isso ele vai dar a possibilidade de aumentar alguns valores para no futuro não dar problema”, aponta. ( Texto Diário de Goiás)