ASSISTA: governo Caiado nega-se a declarar vencedora empresa que ofereceu menor preço em pregão na Saúde. Cheirinho de rolo no ar

O jornalista Oloares Ferreira, da TV Record, denunciou o governo de Ronaldo Caiado (DEM) por ter cancelado sem motivos um pregão que escolheria a empresa para fornecer alimentos ao Hugol e ao CRER por 12 meses. O governo Caiado abriu os envelopes e já sabia qual era o melhor preço, mas mesmo assim embargou o certame. Havia outras 4 concorrentes. 

São contratos milionários, que juntos beiram a casa dos R$ 2 milhões. A licitação foi coordenada pela Organização Social (OS) Agir. Na prática, o que acontece é que a Agir toca o piano no ritmo que a Secretaria de Saúde manda. É por isso que Oloares apelou na Record: “Senhor secretário Ismael Alexandrino, pegue as rédeas deste negócio e exija transparência, seriedade. O senhor está sendo no mínimo conivente. Isso tá com cheirinho de coisa errada e onde tem fumaça, há fogo. 

Assista abaixo à reportagem.