Patrocinadora do Goiás Esporte Clube é investigada pela Polícia Civil. Suspeita de pirâmide financeira

Anunciada em fevereiro deste ano como a nova patrocinadora do Goiás Esporte Clube, a ALL Invest está sob investigação na Polícia Civil. A empresa foi denunciada por clientes que não receberam o retorno de investimentos previsto no contrato. A suspeita é que ela pratique a tal pirâmide financeira. 

A engenheira civil Caroline Gonçalves começou a investir na empresa após recomendação de um amigo, que teve um bom rendimento. “O meu colega comentou que eram mercados imobiliários, que eles faziam compras e vendas e bolsa de valores”, disse.

O contrato de R$ 8 mil foi registrado em cartório e atesta que ela receberia R$ 9,2 mil no mês seguinte ao investimento. Ela conta que nos dois primeiros meses recebeu o lucro de 15%. Porém, ainda não recebeu os valores de junho. Com isso, ela procurou a Polícia Civil para denunciar a empresa.

“Ele [empres] diz para mim que tem dinheiro na conta, que não está pagando por limite de TED. Se tem pessoas que estão recebendo por cheque e o cheque está voltando por não ter dinheiro na conta, então uma informação não bate com a outra”, disse.

Um empresário investiu R$ 800 mil. Chegou a receber R$ 126 mil de lucro no primeiro mês. Porém, depois, não teve nenhum retorno financeiro. O advogado Leonardo Catoeira disse que a empresa de investimento deve atualmente mais de R$ 1 milhão.