José Nelto comete ato criminoso contra a língua portuguesa

O deputado José Nelto (Podemos) matou as aulas de português na escola.

Ele não aprendeu, por exemplo, que antes de p e b não se usa a consoante n, mas sempre a m.

Ao escrever “Canpinorte” em post nas rede sociais, José Nelto cometeu ato criminoso contra a língua portuguesa.

Não é “Canpinorte”, deputado, é Cam-pi-nor-te.

Talquei??