Resumo do balanço fiscal: desempenho das receitas prova que RRF é medida totalmente dispensável

O desempenho das receitas estaduais no primeiro semestre deste ano, conforme o G24H mostrou até aqui, deixa absolutamente claro: a adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) do governo federal, como quer o governador Ronaldo Caiado (DEM) a todo custo, é totalmente dispensável.

As receitas cresceram R$ 865 milhões entre janeiro e junho, bem mais do que o projetado no orçamento. Ao mesmo tempo, a despesa foi R$ 1,5 bilhão menor que a estimada para o período.

Os resultados revelam duas faces do governo Caiado: o prazer dele em fazer maldades e sua incompetência à frente da gestão. Como todos já imaginavam, o Estado tem recursos. Falta é aptidão para geri-los.