Frase de Iris em live do Popular: “Eu não sei odiar. Nem sei o nome de quem fez mal para mim”

O principal tópico da entrevista do prefeito Iris Rezende (MDB) ao Facebook do jornal O Popular, na manhã desta terça-feira, não foi uma ou outra informação que ele possa ter dado, mas uma afirmação que talvez tenha sido a mais dissimulada da história política de Goiás. Ao defender que prefeitos do MDB que foram infiéis na eleição de 2018 sejam perdoados, em vez de expulsos, Iris afirmou: “As pessoas tem que perdoar umas às outras. Eu, por exemplo, não sei odiar. Nem sei o nome de quem um dia fez mal a mim. Eu tenho idade suficiente para aconselhar: se unam, isso é bíblico. Tolerar, perdoar”.

Esta frase partiu de um político que, em 60 anos de vida pública, massacrou todos que se opuseram a ele no MDB, como Nion Albernaz, Lúcia Vânia, Barbosa Neto, Luiz Bittencourt e Henrique Santillo.