Depois dizer que as OS’s não pisariam os pés em Rio Verde na sua gestão, prefeito muda de opinião e faz o contrário do que dizia na campanha eleitoral

Na campanha, Paulo do Vale disse e repetiu várias vezes quer, se ganhasse a eleição, em hipótese alguma contrataria Organização  Social (OS) para gerir a educação ou saúde em Rio Verde.

“No meu governo, se for para colocar OS na educação ou na saúde, eu prefiro não ser prefeito”, proclamava.

Isso, frisamos, foi antes da eleição, porque agora Paulo do Vale mudou radicalmente de posição.

Ele publicou dia 7 de agosto último o edital de chamamento para qualificação e seleção de OS para gerenciamento das UPAS/24 horas.

Em quem a população de Rio Verde deve acreditar: no Paulo do Vale candidato a prefeito que falava uma coisa ou no Paulo do Vale prefeito que age ao contrário?