Ex-deputada condenada por improbidade prestigia filiação de Policarpo ao Patriota

O ato de filiação do presidente da Câmara Municipal e Goiânia, Romário Policarpo, ao Patriota na última quinta-feira reuniu muito político com pencas de pendências judiciais e/ou com má fama. Um deles é a ficha sujíssima Neyde Aparecida, ex-deputada federal pelo PT.

A ex-deputada é uma das políticas que mais se envolveram em escândalos de corrupção na história de Goiás. O último episódio, talvez o mais grave por envolver crianças, foi o roubo de merenda escolar da rede municipal de ensino na época em que Neyde era secretária de Educação da prefeitura de Goiânia (na gestão de Paulo Garcia).

Mas o rolo mais famoso – e que rendeu-lhe condenação judicial – foi a contratação de servidores fantasmas na Comurg nos meses que antecederam a sua eleição para deputada federal (durante da gestão de Pedro Wilson como prefeito da Capital).