Caiado passa de todos os limites e se comporta como um louco que surtou e precisa de camisa de força para ser contido

Em entrevista a uma emissora de rádio de Catalão, Caiado encenou um espetáculo de baixarias jamais visto no Estado, despejando durante 21 minutos uma verborragia recheada de ódio e ressentimento.

Caiado assacou contra Marconi Perillo sem apresentar uma prova sequer, não se constrangendo em estender os ataques baixos à família do ex-governador.

Nunca em tempo algum nada nem de longe parecido foi registrado em Goiás: delirante e desequilibrado, Caiado deu sinais de insanidade, vomitando palavras sem medir consequências como se estivesse num hospício vestido com camisa de força.

O discurso destrambelhado de Caiado por certo será respondido pelo ex-governador, mas muito além disso, indica que ele perdeu o senso da realidade e ultrapassou todos os limites.

Goiás está precisando de um governador que demonstre com gestos e trabalho que está à altura do cargo e não de um louco que joga pedras ao leo, que agride de forma insana e perde totalmente a razão ao atacar a família alheia.