Depois do vexame de Caiado, Diocese estuda não franquear mais a palavra para políticos em Muquém

O discurso de ataques a Marconi feito por Caiado na missa de encerramento da Romaria  de Muquém desagradou os religiosos diocesanos.

Diante do destempero do governador, padres entregaram dois bilhetes a Caiado, pedindo-o que cessasse com os xingamentos e encerrasse a fala.

Caiado causou desconforto e constrangimento a religiosos e romeiros, tanto que a Diocese de Uruaçu estuda não franquear mais a palavra de políticos nos cultos de Muquém.