TCE pune Halim Girade e Leonardo Vilela por irregularidade no uso de dinheiro público

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) enviou à Assembleia Legislativa acórdão que prevê multa aos ex-secretários de Saúde Halim Girade e Leonardo Vilela por irregularidades na destinação de dinheiro público do governo – mais especificamente da Conta Centralizadora. Conforme informações divulgadas pelo jornal O Popular, dinheiro que deveria ter sido usado para melhorar o atendimento de pacientes foi usado para outros fins, na medida que foi encaminhado para Conta Centralizadora.