Tempo real: Chequinho nega ter feito comentários ofensivos contra deputados da CPI dos incentivos fiscais

Em depoimento agora à tarde na Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga a concessão de incentivos e benefícios fiscais a empresas em Goiás, o diretor-executivo da Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (Adial), Edwal Freitas Portilho, o Chequinho,  negou ter feito comentários ofensivos contra deputados. Ele teria dito que um parlamentar o procurou pedindo dinheiro para “acabar com a comisão”.