“Nunca precisei mamar na teta de ninguém”, responde Doria aos ataques de Bolsonaro

De Berlim, onde está em viagem de trabalho o governador Dória respondeu aos ataques de Bolsonaro, informa Ana Estela de Sousa Pinto, da Folha de S. Paulo.
“Nunca precisei mamar em teta nenhuma”, disse nesta sexta (30) o governador de São Paulo.

Na quinta (29), Bolsonaro havia dito em vídeo que Doria havia “mamado nas tetas do BNDES”, em referência à compra de jatinho a juros subsidiados do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

“Não vou entrar nessa polêmica”, afirmou ele à Folha. “Essa informação já era pública. Já tínhamos comprado, assim como o Luciano Huck, e não tinha nenhuma caixa preta”, disse Doria, citando o apresentador de TV, que também é visto como possível candidato nas próximas eleições presidenciais.

Segundo o governador informou ao jornal, “o financiamento é normal como parte de uma competição internacional, e garante empregos e investimentos no Brasil”.

Ainda segundo a Folha, “Doria também reagiu à declaração de Bolsonaro de que é “amigão do Lula, da Dilma”. “Quero Lula e Dilma distantes, se possível do Brasil, até. Que fiquem onde estão, Lula na prisão e Dilma no ostracismo.”