Secretária de Caiado defende acabar com quinquênios e mais arrocho no funcionalismo

Autointitulada “bruxa forasteira”, a secretária de Economia de Caiado, Cristiane Schmidt, defendeu ontem na Assembleia o fim dos quinquênios, como fez o governo federal, e um arrocho aina maior no funcionalismo. Segundo O Popular, ela reclama que a folha consome mais de 80% da receita do estado. “É preciso rever o tamanho da folha” diz ela. Desde que tomou posse em janeiro, a atual gestão promove uma cruel perseguição ao servidor público, eleito pelo governador o grande inimigo da administração. Entre o funcionalismo, Caiado é considerado o maior carrasco da história de Goiás.