Contra PEC de Caiado que retira R$ 500 milhões da Educação, Sintego planeja chamar assembleia da rede estadual para a próxima terça-feira (10)

Apesar da sinalização para o pagamento do piso e da data-base para os trabalhadoresem Educação do estado, Caiado ainda não garantiu o pagamento para toda a categoria. Desta forma, o Sintego planeja chamar assembleia para a próxima terça-feira (10), ocasião em que também deverá ocorrer a votação da PEC 990/19, que  retira R$ 500 milhões da Educação no estado de Goiás.

O clima é de revolta na categoria.