EXCLUSIVO Caiado sinaliza que vai “gelar” empresários da Adial que monopolizam incentivos fiscais, à frente Otavinho Lage, Zé Garrote, José Alves, César Helou e Alberto da Caramuru

O governador Ronaldo Caiado (DEM) afirmou nesta sexta-feira (6) que os incentivos fiscais concedidos a empresas no Estado serão direcionados e estarão alinhados, a partir de agora, com a necessidade real dos municípios e para equilibrar o desenvolvimento das diversas regiões de Goiás.

“Nos últimos anos, tanto o dinheiro do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), quanto os incentivos fiscais, não foram direcionados como deveriam ser para combater as desigualdades regionais e dar oportunidade de emprego à população mais carente”, disse.

“As regiões Norte, o Nordeste, o Oeste goiano e o Entorno do Distrito Federal devem ter preferência agora”, afirmou Caiado.

Com isso, o governador sinalizou que vai tirar Goianésia, Itaberaí, Bela Vista, Goiânia e Itumbiara da lista das prioridades dos incentivos fiscais.

Ou seja, as empresas dos grupos de Otavinho Lage, Zé Garrote, César Helou, José Alves, Alberto da Caramuru, entre outros, vão ser colocadas na geladeira por Caiado.