Denúncia: a farra das camisas polo no Corpo de Bombeiros Militar

Após denúncia sobre a política do comandante-geral do Corpo de
Bombeiros Militar de presentear autoridades do estado com bens
adquiridos com o suado dinheiro do contribuinte goiano e destinados a
proteger os bombeiros militares, agora o Goiás24Horas apurou que está
havendo uma verdadeira farra da corporação presenteando autoridades,
militares e pessoas civis em geral com camisas polo especialmente
adquiridas para uso como uniforme pelos bombeiros militares.

E o pior: as camisas polo foram adquiridas com recursos da rubrica
fardamento, valor que é descontado todos os meses dos bombeiros
militares exclusivamente para a aquisição de fardamento.

A aquisição das camisas se deu por ordem do coronel Morais, então
comandante-geral, visando oferecer maior conforto e funcionalidade aos
militares em funções administrativas e técnicas, conforme Portaria
299/2018-CBM, de 17 de dezembro de 2018.

Mas, o coronel Mateus, atual comandante-geral da corporação, em
portaria do dia 10 de janeiro de 2019, proibiu o uso da camisa polo
sob o argumento de que seria realizado estudo de viabilidade técnica e
financeira para implementação do uniforme.

Ocorre que, após a proibição do uso, o comandante-geral, em flagrante
desvio de finalidade, passou a utilizar as camisas como brinde. Por
onde passa, lá está o coronel Mateus entregando uma camisa polo de
brinde. E a certeza da impunidade reina, já que ele não faz a mínima
questão de esconder os atos de improbidade administrativa realizados.

Fica a pergunta: onde vamos parar  no Corpo de Bombeiros Militar do
Estado de Goiás?

Na semana em que o Brasil completa mais um ano da independência é uma
pena ver uma corporação tão respeitada pela sociedade entregue em
péssimas mãos. Os bombeiros militares pedem socorro!

A farra das camisas polo no Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goia?s.pronto

Portaria proibindo o uso da camisa polo

Portaria instituic?a?o camisas polo

Modelo camisa polo