CPI dos Incentivos Fiscais: Aidar diz que bolsa família de 3 mil ia compensar mais do que pagar 7 mil por emprego gerado

Relator da CPI dos Incentivos Fiscais, o deputado Humberto Aidar reclama do alto custo dos empregos gerados pela concessão do benefício. Segundo apuração da comissão, cada posto de trabalho criado pela desoneração de empresas custou R$ 7,5 mil. “Se o estado resolvesse fazer uma bolsa-família de R$ 2 mil, R$ 3 mil, ia compensar mais do que pagar 7 mil por emprego gerado”, explica o parlamentar.