Caiado nega-se a pagar data-base dos administrativos da Educação. Salários não são corrigidos há dois anos

O Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintego) divulgou um panfleto com duras críticas ao governador Ronaldo Caiado (DEM). Um dos motivos da crítica é a data-base dos servidores administrativos da Educação. Diz o panfleto que os administrativos não recebem data-base há dois anos (e pelo visto, ficarão por três). “Grande parte da categoria recebe menos que um salário mínimo. Uma injustiça”, diz o sindicato.