Justiça bota freio na indústria da multa do trânsito e Fernando Santana, secretário de Iris, protesta

A Justiça Federal do Ceará proibiu o poder público de aplicar multa de trânsito a motoristas que supostamente estão usando o telefone celular enquanto dirigem com base apenas em câmeras de monitoramento. Agora, a multa só pode ser aplicada pelo agente de trânsito. Quem ficou transtornado com este “basta” na indústria da multa foi o secretário de trânsito da gestão Iris Rezende (MDB), Fernando Santana. No jornal Anhanguera desta quinta-feira foi uma choradeira interminável.