Para manter imagem, Caiado tripudia sobre companheiro político e promove linchamento público de ex-auxiliar

O ex-presidente da Goiás Parcerias, Eduardo Macedo, foi bem tratado por Caiado enquanto lhe foi útil. Era usado, por exemplo, com pit bull para responder ataques ao governador, concedendo entrevistas fortes e corajosas. Serviu também para articular apoios políticos e liderar a frente de partidos nanicos em apoio ao então candidato a governador. Agora, sem chance até de se defender, é defenestrado da direção da estatal, exposto à execração e sofre linchamento público para que Caiado saia imolado do processo.
Muita crueldade com um companheiro.