Diretor afastado da Goiás Parcerias por suspeita de corrupção participa de reunião do governo

Afastado da Goiás Parcerias em função da denúncia de contratação de um escritório de advocacia de Taquaral por R$ 400 mil sem licitação, o advogado Rômulo Martins de Castro, braço direito do presidente demitido Eduardo Macedo, participou nesta quarta-feira de uma reunião do órgão com assessores do gabinete de políticas sociais da Governadoria.

A foto foi publicada no perfil da Goiás Parcerias no Instagram. Romulo Martins de Castro atuava ao lado de Eduardo Macedo na estatal Goiás Parcerias, cuja diretoria foi demitida pelo governador Ronaldo Caiado por suspeita de corrupção.