Supersecretária diz que viajará aos EUA sem custos para o Estado. Pergunta do G24H: e o salário dos dias não trabalhados, vai devolver?

Por meio de nota publicada nesta quarta-feira (25) na coluna Giro, do jornal O Popular, a primeira-ministra e supersecretária da Fazenda caiadista, Cristiane Schmidt, informa que participará, “sem custo para o Estado”, do Bras Summit, em Boston (EUA), nos dias 11 e 12 de outubro.

Somadas a ida e a volta para os Estados Unidos, Schmidt deve se ausentar por, no mínimo, quatro dias de suas funções de secretária. Se vai sem custos para o erário, significa, portanto, que estará desimpedida de suas obrigações.

Resta, portanto, um esclarecimento: ela vai reembolsar o Estado pelos dias em que ficará, numa boa, batendo perna no exterior? A remuneração do secretário de Estado é R$ 22.201,25. Portanto, quatro dias de afastamento representam R$ 2.960,16.

Se quer mesmo dar exemplo, a supersecretária deve também, além de viajar “sem custos para o Estado”, reembolsar o erário.