Derrota de Caiado: Justiça proíbe governo de fechar turma noturna em escola pública

Por decisão da Justiça, o governador Ronaldo Caiado (DEM) está terminantemente proibido de de fechar a turma do primeiro ano noturno do Colégio Estadual Francisco Magalhães Seixas, como queriam ele e a secretária Fátima Gavioli. A decisão também obriga o governo a abrir matrícula no prazo de 48 horas. Em caso de descumprimento, o próprio governador terá de arcar com multa diária de R$ 1 mil. A acção do MP foi provocada por cinco adolescente que procuraram o promotor Luís Gustavo Soares. Palmas para eles.

A turma tem 13 alunos. Caiado decidiu que vai fechar todas as turmas que tiverem menos de 20 estudantes.