Diretoria de Colégios Estaduais viram moeda de troca política do grupo de Caiado

Na sexta-feira (21), a diretora Vanda, o corpo docente e os alunos do Colégio Estadual São José, em Jaraguá-Goiás, tiveram uma surpresa nada agradável. Ronaldo Caiado demitiu a diretora e nomeou para o lugar a esposa do vereador Odair da Vizzado, a professora Joelma. O que surpreendeu a comunidade é que a diretora Vanda vinha fazendo um trabalho muito elogiado tanto pelos alunos, pais quanto professores. O caso ainda lança uma indagação se é essa a nova conduta de Caiado quanto aos cargos de diretores da Rede Estadual.

 

A reação de repúdio dos professores da Rede Estadual, que defendem que os cargos de direção devem ser ocupados por eleição, foi imediata. Nas redes sociais, várias postagens de educadores, alunos e da comunidade foi unânime em classificar o episódio como golpe imoral e baixo.

A REAÇÃO DA CÂMARA DOS VEREADORES

Até mesmo vereadores do grupo caiadista repudiaram os eventos que envolvem a nomeação da esposa de Vizzado para o cargo de diretora do Colégio São José. O pior de tudo é que nem esperaram o término do ano letivo. “Esse tipo de manobra pode prejudicar o ano letivo dos alunos”, defendeu um dos vereadores ouvidos pelo Sosnoticia.

A DEFESA DO VEREADOR

O vereador, chegou a gravar um vídeo em que se defende dizendo que decidiu apoiar Caiado, mas que deixou bem claro que não queria nada em troca, tudo foi feito apenas por que quer ver o Estado avançar em suas pautas. Vizzado ainda defendeu que a nomeação de sua esposa como diretora foi um ato normal, uma coincidência, vez que Marconi já fazia esse procedimento em escolas em que não eleição para diretor. O problema é que quanto mais ele tenta explicar, mais fica estranho. (site SOS Notícia)