Incompetência de secretário cria incerteza para os 1.300 servidores do Hugo

Enquanto leva a vida na balada e tocando berrante, o secretário de Saúde de Caiado, Ismael Alexandrino, deixa de cuidar da complexa pasta. A anarquia no processo de escolha da nova OS que vai gerir o Hugo, por exemplo, criou clima de incerteza para os 1.300 servidores do hospital. O secretário, ao que parece, não está nem aí. Prefere curtir a vida adoidado e movimentar as redes sociais.