(CPI dos Incentivos Fiscais) Bateu desespero: Chequinho acusa Humberto Aidar de irresponsável e leviano

Diretor da Adial, Edwal Portillo, o Chequinho, acusou neste sábado (28) o relator da CPI dos Incentivos Fiscais, Humberto Aidar, de ser irresponsável e leviano.

Chequinho disse que, a continuar dessa forma, Aidar e a CPI vão gerar desgastes ainda maiores para as empresas, atrapalhando a geração de empregos.

“Aidar tenta transformar os números como se fosse maléficos para o estado, o que não é verdade”, afirmou.

As declarações do relator da CPI, segundo Chequinho, afetam o ambiente dos negócios de Goiás.