Mabel classifica de deprimente a CPI dos Incentivos, mas deprimente é o desespero dos empresários para manter regalias fiscais

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, considerou a situação deprimente ao criticar a CPI criada pela Assembleia para investigar os incentivos fiscais. Mas, deprimente, mesmo, é o desespero dos empresários para manter as regalias fiscais.