Adriano do Baldy defende 15% do dinheiro do pré-sal para municípios

O deputado federal Adriano do Baldy (PP) afirma que votará a favor da proposta de destinar aos municípios brasileiros 15% dos recursos advindos do megaleilão do pré-sal, previsto para novembro. Outros 15% seriam repassados para os Estados. Estima-se que o leilão possa atingir o valor de R$ 106 bilhões caso as quatro áreas da Bacia de Santos disponíveis para venda sejam arrematadas.

A discussão a respeito do destino do dinheiro do pré-sal está longe de ter um desfecho porque, entre os parlamentares, há propostas divergentes. Há deputados que defendem a possibilidade de aumentar a porcentagem dos municípios para 20%, em detrimento dos Estados. Outros que querem que 10% vá para as emendas parlamentares. Há ainda discussões sobre partilha diferenciada para Estados do Centro-Sul e do Nordeste.

Adriano diz que os parlamentares, em sua maioria, devem votar a favor de uma proposta que reserve no mínimo 15% para os municípios. “O sentimento é esse. Na medida em que você atende o município, atende também os deputados, pois todo dia tem prefeito batendo na porta dos deputados”, afirma.